Últimas Notícias
Das ruas e do alcoolismo para Jesus
Cleyton ao chegar a igreja e depois de algum tempo.

Das ruas e do alcoolismo para Jesus

O jovem Cleyton chegou à igreja sujo, descalço e bêbado. Havia recebido naquela tarde um folheto na rua, entregue por alguns jovens.
No momento em que recebeu, segundo os jovens, não demonstrou qualquer interesse pelo folheto, ficando ficando até mesmo de longe enquanto eles abordavam aos outros que se achavam no mesmo estado devido ao vício de bebida e drogas.
Portanto a noite, ao olhar do púlpito onde me encontrava aquela figura magra, macilenta, sem cor e um semblante sem vida, sentado no ultimo banco da igreja e com o nosso Boletim nas mãos procurando cantar os hinos, senti compaixão diante daquela situação.
Curso_de_Capelania
Prosseguimos com o culto e o rapaz participava dos cânticos com tanta energia, parecia que ele estava só e não em meio a outras pessoas.
Ele não olhava para os lados, mantinha o olhar fixo em algum ponto e cantava com todo o seu fôlego.
Após a pregação fizemos um apelo e lá veio o jovem que se levantou de pronto, em uma das mãos segurava a calça sem cinto que era bem maior que ele, a outra mão levantada num gesto de decisão, os pés descalços e pretos de poeira, a camisa suja e rasgada, veio ele de encontro a Jesus no meu abraço e no carinho da igreja.
Cleyton, parecia ainda meio atordoado pelo álcool, mas repetiu a oração e aos prantos entregou sua vida a Jesus.
De pronto as irmãs foram buscar roupas e calçados pra ele, sobra de um bazar beneficente que havíamos realizado.
Perguntamos se ele tinha onde passar a noite, disse que sim, iria dormir na casa de sua irmã, não muito longe dali.
Quando propusemos encaminhá-lo a um Comunidade Terapêutica ele disse aceitar, mesmo parecendo aos nossos olhos que não estava tão consciente devido a estar alcoolizado, lhe demos um numero de telefone e dissemos que se ele pensasse assim no outro dia de manhã bastaria nos ligar e iriamos ao seu encontro.
Para nossa surpresa, na segunda pela manhã bem cedo ainda, Cleyton ligou e avisou que estava pronto.
E lá fomos um obreiro e eu para buscá-lo.
Nós o encontramos ao lado de um telefone público estava limpo e vestido, o semblante bem sofrido, como se vê na foto tirada naquele dia.
antes
O local que iriamos levar distava 80 km de onde estávamos e assim fomos, de Sorocaba a Tatuí, levando o jovem para a Comunidade Terapêutica Força para Viver, um local bastante conhecido na região, com uma história muito linda que vamos narrar em outra oportunidade.
Cleyton ao nosso lado, veio a entrevista, e nossa igreja assumiu a responsabilidade de mantê-lo lá.
Assim o fizemos por nove meses, visitando-o a cada quinze dias, orando e incentivando aquele jovem.
02092013463
Vale dizer que nossa igreja tinha projetos de reformas, rebocar paredes, construir sala de aula, etc. Mas todos os irmãos, sem qualquer exceção, mediante nossa convocação atenderam prontamente e de coração em investirmos os parcos recursos da nossa pequena comunidade na manutenção daquele jovem na Comunidade Terapêutica. E assim 1/3 da nossa receita foi comprometida na época.
Estou compartilhando isso porquê existem igrejas que tem o dobro da nossa receita anual em apenas um mês, e não encontram maneira de contribuir com missões ou em pessoas da rua, precisamos atentar para isso.
De fato nossa igrejinha continua sem reboque e sem as melhorias que precisamos, mas está adornada com a presença de Jesus no rosto feliz do Cleyton, que já está faz 3 anos na nova vida e não somente por ele mas pelo rosto feliz do seu irmão Alexandre que também esteve nas ruas, também passou pela Comunidade e já faz um ano que está na presença de Deus.

Cleyton e seu irmão Alexandre

Cleyton e seu irmão Alexandre

Não parou aí, Cleyton está noivo e em breve vai se casar.
Cleyton e Patricia

Cleyton e Patricia

São pessoas humildes, mas felizes e dignas.
Cleyton procurou a todas as pessoas que prejudicou com seu comportamento violento e lhes pediu perdão, inclusive a sua mãe, dona Dalila.
Atualmente Dona Dalila reside em Sorocaba, para onde Cleyton e Alexandre com ajuda de alguns familiares a trouxeram e construíram uma pequena e confortável morada.
Nossa igreja tem recebido diversas pessoas em situação semelhante, alguns estavam no tráfico anteriormente e agora estão firmes na igreja, estudando e trabalhando honestamente, alguns continuam em processo de internação e recebem o nosso apoio.
O cuidado com as pessoas é nosso principal objetivo, ver o que Jesus faz em suas vidas nos traz muita alegria e motivação em prosseguir.
Pr. Daniel
www.cursodecapelania.com.br (faça um curso de capelania)
Batismo de Cleyton

Batismo de Cleyton

Batismo de Alexandre

Batismo de Alexandre

1803796d-ccff-4b34-8f9c-02ef2893cf03
Curso_de_Capelania

Das ruas e do alcoolismo para Jesus

Gostou deste Post, veja também estes...

Ação Social na Igreja Evangélica by Pr. Daniel Ferreira on April 8th, 2017
Vivemos em uma época de muita retórica, de muita falácia, e temos visto muitas denominações grandes e influentes que não dedicam nada ou quase nada de sua influência ou bens materiais na ação social, muito pelo contrário, tosquiam as ovelhas pobres e as fazem imaginar que sejam prósperas em sua pobreza ou até mesmo miséria.

Related Posts with Thumbnails

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

*